Posts

Margem de lucro

Margem de lucro: o que é e como calcular?

Margem de lucro: o que é e como calcular?

Você sabe dizer qual é a lucratividade do seu negócio? Ou seja, sabe dizer qual é a sua margem de lucro?

Nem sempre essa margem é considerada na hora de determinar o preço de um produto ou serviço, no entanto ela é essencial para o negócio. Isso porque ela garante a saúde financeira e o poder de investimento de um empreendimento.

Vamos te mostrar agora o que significa, exatamente, margem de lucro e como você pode calculá-la de maneira simples. Vem com a gente!

Para que fique mais fácil de calcular a margem de lucro, você pode contar com a ajuda de uma calculadora.

Calculadora ajuda a saber a margem de lucro. foto: Pexels / Karolina Grabowska

O que é margem de lucro?

A margem de lucro, ou lucratividade, é o valor, em percentual, de quanto a empresa lucra com um produto ou serviço. Sua porcentagem é adicionada aos custos totais do preço final.

Em outras palavras, podemos dizer que a porcentagem de lucro é responsável por gerar o lucro da empresa.

Ela também ajuda a ver como anda a saúde do empreendimento. Isso porque ajuda a entender se o lucro é suficiente para manter o negócio e fazer com que cresça. De acordo com o SEBRAE, é fundamental que o gestor do negócio saiba analisar de modo objetivo em que pé se encontra esse indicador financeiro.

Como calcular a margem de lucro?

Não importa o tamanho do seu negócio, conhecer a margem de lucro é essencial.

Mulher analisando a lucratividade saudável de sua empresa. foto: Pexels / Andrea Piacquadio

De modo geral, a lucratividade pode ser calculada de duas maneiras, por meio do lucro bruto ou então do lucro líquido. Veja:

Lucro bruto

Nesse ponto, para saber a margem de lucro bruto da empresa, você precisa conhecer a receita total, além dos custos de produção (matéria prima e mão de obra). Vamos te ajudar com um exemplo.

Só para ilustrar, imagine que você tenha um custo de R$20,00 para produzir uma camiseta e que vende ela por R$30,00, que é a sua receita. Em primeiro lugar você precisa descobrir seu lucro bruto:

  • R$30 (receita) – R$20 (custos) = R$10 -> este é seu lucro bruto

Com esse valor, você pode calcular seu lucro em porcentagem:

  • lucro bruto / receita x 100 = margem de lucro (%)
  • R$10/R$30 = 0,3
  • 0,3 x 100 = 30%

Nesse caso, a porcentagem de lucro da empresa com a venda de camisetas é de 30%.

Lucro líquido

Agora, no caso do lucro líquido, temos outras variáveis para considerar. Nesse sentido, custos com aluguel, impostos, água, luz e outros encargos entram na conta. Para que fique mais claro, vamos continuar com o mesmo exemplo.

Assim sendo, imagine que, além do custo de R$20,00, a empresa também gasta R$2,00 com impostos e R$3,00 com outras despesas. Logo, o custo total é de R$25,00 e o lucro líquido será de R$5,00.

Com isso, a lucratividade fica assim:

  • lucro líquido / receita x 100
  • R$5 / R$30 x 100
  • 0,16 x 100 = 16%

Desse modo, apesar da porcentagem ser menor, usar o lucro líquido mostra um valor mais real para o empreendedor.

A partir do cálculo da margem de lucro, é possível definir se o negócio é saudável ou não para se manter. E aqui, vale considerar que cada tipo de negócio tem uma lucratividade ideal. Portanto, antes de qualquer coisa, pesquise se sua porcentagem de lucro está dentro do esperado para o setor.

uniforme escolar

TUDO SOBRE CAMISETA PARA UNIFORME ESCOLAR

Por Igor Sempre Bom

Todo começo de ano é a mesma coisa, correria para compra uniforme e material escolar. O uniforme escolar é normalmente uma exigência do colégio para facilitar a identificação do aluno e a escolha da roupa todos os dias. A obrigatoriedade do uso, necessidade de ter mais de uma peça, e velocidade de crescimento das crianças e jovens torna o mercado de uniforme escolar muito interessante. Queremos apresentar para vocês algumas coisas que aprendemos durante esses anos em que atendemos fornecedores de com camiseta de uniforme escolar.

Mercado
Normalmente os uniformes são ofertados diretamente pelo colégio ou por lojas especializadas em uniformes escolares. Independente da método de oferta de uniformes escolhido pelo colégio é necessário uma boa preparação prévia, pois, o maior volume de compra por parte dos alunos ocorre no período pré inicio das aulas mais ou menos entre os dias 20/01 a 28/02 .

Seguido pelo retorno das aulas em julho, no resto do ano letivo normalmente ocorre somente reposição das peças. Se o colégio é em uma região que faz frio, também haverá o período de maior demanda de moletons e jaquetas.

Preparação para a demanda
A melhor forma de se preparar para a demanda é se baseando no histórico de venda. Parece óbvio mas muitas pessoas não estudam o histórico de venda do ano anterior e podem acabar perdendo vendas, afinal o aluno não tem a opção de esperar e vai acabar comprando em outro lugar.

Outra forma interessante de basear seu estoque para o período de pico é sabendo quantos alunos tem por faixa etária no colégio e se basear na média de 3 peças por aluno, caso o uniforme seja vendido por mais de um local você deve considerar essa variante e diminuir para 1 ou 2 peças por aluno.

Uniformes
O material mais utilizado para camiseta de uniforme escolar é a malha PV – Poliester/Viscose. A malha PV é amplamente utilizada nos uniformes devido a sua maciez e durabilidade. Mas a característica mais importante da PV é que esta malha amassa muito pouco, sendo assim, muito fácil de passar e algumas vezes até mesmo dispensando a utilização do ferro de passar para a alegria das mamães e papais.

Uma característica importante do PV é que ele pode gerar as famosas bolinhas. Isso ocorre por que o PV é um fio sintético e fiado, quando lavado as fibras do fio se soltam e devido a estática ficam presas ao tecido, aos poucos essas fibras vão acumulando em um ponto e se enrolando, formando as famigeradas bolinhas.

Porém existe algumas formas de evitá-las como lavar a peça do lado avesso, para diminuir o atrito e usar o sabão em pó de forma comedida. No algodão esse problema não ocorre pois a estática é menor e fibra ao se desprender do fio não fica grudada na peça.

Alguns colégios principalmente os especializados em uma faixa etária mais elevada como pré vestibulares e cursinhos podem preferir camisetas 100% algodão.

Dicas

  •  Se você tiver acesso ao colégio tente negocia uniforme simples, uniformes muito personalizados demoram mais para ser produzidos, são mais caros e caso o colégio resolva mudar o modelo você poderá ter perdas futuras.
  •  Fique atento, alguns colégios liberam para que qualquer pessoa produza os uniformes, enquanto outros exigem autorização.
  • Separe seu estoque em peças lisas (sem aplicações e logos) e peça personalizada. Assim você não coloca todos os ovos na mesma cesta, caso algum problema ocorra como fechamento do colégio ou baixa demanda, você ainda poderá dar alguma destinação as peças lisas.
  •  Encontre fornecedores que lhe acompanhe na demanda. Se você compra 5.000 peças infantis azul, encontre um fornecedor que em parceria se prepare para esta demanda
  • Faça parte da rotina do colégio, muito eventos utilizam uniformes como as gincanas e festas.

Espero ter ajudado, se você tiver alguma outra dica ou informação para compartilhar conosco, fique a vontade para dividir conosco nos comentários.